Tendência: além do Rose Quartz e Serenity, os tons da vez pela Pantone

pantone2

A Pantone é referência indiscutível no segmento das cores e, além de ser detentora de um sistema de tons, é responsável pelo lançamento de tendências do setor. A empresa, por meio de estudos e avaliações diversas, determina quais serão os tons da vez para cada a moda e decoração e, anualmente, aponta além de uma cor do ano outras cores que são exploradas nas coleções de cada temporada. Em um relatório, a Pantone indica quais cores serão vistas, e utilizadas, na estação seguinte…

Designers e profissionais da moda pautam-se nos relatórios da Pantone para criar suas coleções. Assim, as cores “escolhidas” pelos especialistas da empresa aparecem com grande frequência. Vira uma febre, com a qual convivemos durante o processo de compra. Obviamente, não existe obrigação de compra da cor x ou y, da tendência, mas conhecer o tom (ou os tons) em questão ajuda a entender o motivo pelo qual certas cartelas aparecem mais do que outras. Do tipo, em certas época vê-se mais tons pastel, em outras tons terrosos, há o tempo das cores vibrantes, e por aí vai.

pantone3

No final de 2015, a Pantone revelou os dois tons que foram escolhidos como “cores do ano”. Pela primeira vez, desde 2000, a escolha ficou dividida entre duas opções: o Rose Quartz e o Serenity. Dois tons pastel, acinzentados, um azul e outro rosa. Essas cores chegaram com tudo no começo do ano.

Agora, em meio às semanas de moda internacionais – inverno 2017 – a Pantone já apresentou as suas cores para o outono 16/17. Como resultado, um mix de tons terrosos com a presença, ainda, de um azul claro mais acinzentado, outro azul igualmente acinzentado mais fechado, cinza profundo, além de um rosa/lilás. Enfim, há opção para todos os gostos!

pantone1

De acordo com o comunicado da Pantone a cartela do outono 16/17 é liderada pela família do azul. O texto segue com: “o azul representa o céu e a constância, já que está sempre acima de nós; o cinza traz a sensação de estabilidade; os tons de vermelho são um convite à confiança e ao calor; enquanto o lilás e o mostarda sugerem um toque de exotismo”.

E quando vamos usar essas cores? Já agora, com as coleções de inverno que começam a aparecer nas lojas. Mas, assim tão rápido? Claro! O que surge como relatório, nesse ponto, já é de conhecimento do setor. Sabe? Tipo, somos os últimos a saber. Vemos, aliás, os tons terra em questão já em vários lookbooks. E é lógico que tons terra são característicos da época, mas nem sempre combinados da maneira que vemos – com o azul acinzentado, com o lilás…

Essas cores limitam nossas escolhas? Não! Não é e nem precisa ser assim. Vale juntar o novo com o que já se tem, fazer valer a sua cartela de cores (que te valoriza) e explorar entre o que surge como tendência aquele tom que mais te agrada. Isso é sabedoria. Mesmo porque em alguns meses surge um novo relatório. Outras cores. Um novo clima.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *