Quem é o protagonista? O personal stylist ou o cliente?

Publicado em Categorias Eu AchoTags

Um dia desses eu andava pelo shopping quando uma cena me deixou incomodada. Uma pessoa, colega, personal stylist, fazia vídeos no celular, falando sobre o momento de shopper, enquanto a cliente em questão caminhava atrás, quase que esquecida. Aquilo me causou estranheza. Troquei olhares com as pessoas que estavam comigo e seguimos nosso caminho. Mas não esqueci daquela cena.

Passei a pensar sobre protagonismo. E sobre as vezes nas quais o ego do profissional se sobrepõem a qualidade do serviço prestado.

100% de dedicação à protagonista

Não importa se a profissional é uma celebridade, se é renomada, ou mesmo se é incrível. Essa não é a discussão – e nem mesmo seria o caso, para o acontecido em si. O que importa é que ali, naquele momento, durante uma consultoria de compras, o celular merece – e deve ser esquecido.

A pessoa que contrata um consultor de imagem/estilo, ou personal stylist, paga (investe) para ter um tempo 100% focado no outro. Para ter ao menos uma parcela de seus problemas resolvidos. E não para servir de propaganda, ou de meio de divulgação.

Vejo, com frequência, a profissão ser utilizada como forma de lazer ou alimento para o ego de pessoas que não o fazem por paixão.

Sem imposições e sem tanta exposição

Até quando exibir ou mostrar um atendimento? Apenas, e somente, se a cliente autorizar e se mostrar confortável. Seja como for, compartilhe o momento totalmente com a personagem principal daquele momento. Viva aquela experiência profissional com a contratante. Como uma parceria que deve ser.

Deixar o outro para trás, enquanto discorre sobre suas qualidade profissionais, é tão chato quanto querer impor seu estilo ao outro.

Que sejamos carinhosas e prestativas, mas acima de tudo que possamos colocar nossa vaidade – e nossa vontade de divulgação, tão necessária nos dias de hoje – em segundo lugar. O protagonismo é da cliente. Nós somos só a ferramenta.

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *