Pode usar Crocs? O que um look de cliente me ensinou

Publicado em Categorias Eu AchoTags

Uma foto enviada por uma cliente, e um Crocs como calçado escolhido para o look, me fez pensar e repensar minha maneira de avaliar as imagens que chegam para mim.

A profissional que fui no meu início de carreira, 10 anos atrás, diria sem pensar que aquele calçado – o tal Crocs – deveria ser abolido do guarda-roupa. A consultora de estilo que sou hoje pensa diferente.

Não importa tanto as regras, as opiniões, os padrões ou os detalhes meramente estéticos de um item. O que vale é a relação de quem usa com aquela roupa ou acessório.

Polêmicas à parte, é feio assim?

Crocs são polêmicos. É um item de plástico, pesado, visualmente grosseiro e com um visual quase que infantil. Mas, são confortáveis.

A sandália de plástico – o tal Crocs – pode ser facilmente lavada. Por isso é muito escolhida por profissionais da saúde e do setor da alimentação. Mas não estou aqui para defender o sapatinho. Nem precisaria.

Estou aqui para defender as ideias de minhas clientes. E tentar mostrar para elas possibilidades. Ainda que essas passem pelo uso de itens não tão comuns.

Enquanto eu analisava a foto do look com Crocs, me peguei pensando em todos os calçados esteticamente estranhos que já não foram ou são tendência.

Lembrei daqueles que até mesmo indiquei ou coloquei em listas de compras.

E pensei no gosto pessoal. Na utilidade. Na função.

Será que quero um Crocs?

É fácil saber o que faz a tal sandália Crocs ser tão julgada. Ela é tudo o que não é o tradicional e delicado calçado feminino. A sandália de salto vertiginoso. O scarpin. A sapatilha com bico redondo. O delicado, o sexy…

Mas, o que faz do Crocs tão pior que um oxford com salto plataforma, por exemplo? É tudo questão de gosto. De momento. De modismo. E, no fim, o que importa?

São só calçados. O Crocs. A bota Ugg. O sapato ortopédico. A Havaianas. O tênis da modinha…

Acontece que eu não sou a consultora de estilo que anda por aí impecável, com look coordenado, bolsa de grife, maquiagem e cabelos feitos. Nada disso. Sou aquela que vive feliz com o guarda-roupa. Que compra pouca roupa. Que não acha o fim do mundo uma cliente que sua Crocs. Ou Ugg. Ou legging. Que apresenta sugestões, mostra ideias, mas não impõem.

Talvez eu seja a consultora de estilo que quer experimentar um Crocs! E fazer parzinho com o filho. Os dois de Crocs. Quem sabe?

E vamos pensar, com honestidade. Se Crocs lança um calçado em parceira com uma super grife, vira tendência. Aconteceu com tenebroso Crocs plataforma, lançado pela Balenciaga. Cadê o conforto?

Já teve o Crocs de Christopher Kane. As pessoas desejaram. Compraram. Pois é, pagaram caro… E pode vir mais forte, em outro momento. Alguém duvida?

Tudo depende do ponto de vista. De quem usa. Basta lembrar da bolsa de feira que virou itens da moda.

Gosta de Crocs? Use. E eu te ajudo a usar da melhor maneira, para você!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *