Na busca pela mudança

São muitos os que observam o passar dos dias sem reagir. Nós não precisamos ser um deles. Podemos fazer algo na busca pela mudança

Esperar que as coisas melhorem sem fazer nada pela transformação… Como pode algo tão fadado ao desastre seduzir?

Infelizmente, o trabalho do dia a dia, os esforços que fazemos rotineiramente, não são o suficiente para que a vida melhore. É preciso fazer mais. Mais do que questionar a sorte alheia. Mais do que se conformar com um destino que não agrada. Muito mais do que lamentar a boa vida de quem vive como se fosse fácil. Talvez seja. E alimentar-se de lamentos é cômodo, só que não transforma.

comece-agora

São muitos os que observam o passar dos dias sem reagir. Dopados pela mistura de excessos, entre os exageros da comida, da bebida, entre outros vícios como a televisão, a internet, a fofoca… E tudo parece normal. Quando, na verdade, não está bom.

Anestesiados, não conseguimos reagir. Não temos força – ou mesmo vontade – para lutar pelo que queremos. Mas, por que não? O que nos prende ao sofá? O que nos segura no pior lugar possível?

Aqui, ou ali, há uma permanente chance de fazer com que algo dê certo. Ou fique melhor. E os anos que já passaram, com fama de perdidos, podem ganhar nova conotação. Aquela do tempo do aprendizado. Que foi o momento que fez surgir o desejo mais forte pela transformação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *