Não tenho estilo, e agora?

Muito se fala sobre estilo e identidade visual. E um número grande de pessoas (principalmente mulheres) se pega sofrendo com a questão: eu não tenho estilo!

Mas por que isso?

O que é estilo

Estilo é como a materialização, em roupas e acessórios, da personalidade, dos sonhos e do padrão de vida de uma pessoa.

É uma representação estética de características não palpáveis. O que reúne desde hábitos de lazer, até bagagem profissional, passando por experiências diversas e tudo aquilo que determina sua forma de encarar o mundo.

Ou seja: todo mundo tem estilo! Afinal, todos nós acumulamos experiências de vida.

Por vezes o que acontece é que alguém (ou você <3) só não se sabe bem do que gosta, do que precisa, ou o que quer vestir… Ou, entre tantas obrigações, não se sente bem com o estilo incorporado.

Uma vida de tendências e roupas impostas por revistas de moda, e (agora) influenciadores digitais pode fazer com que a sua percepção de estilo seja alterada. 

Isso acontece quando alguém não avalia se realmente gosta de um modismo. E apenas usa aquilo que é apresentado como atual.

Mas, o mais triste dessa abordagem, é que essa maneira de realizar escolhas de compra – e uso – só faz com que a busca por uma identidade visual sólida se perca. Porque estilo é observação. É atenção ao “eu”.

Como assim?

Estilo é olhar para dentro e pensar: do que eu gosto? o que eu quero? como devo me mostrar para o mundo?

Não é simples. E nem está intrínseco em todas as pessoas. Está tudo bem.

Descubra qual o seu estilo

Acredite: descobrir seu estilo é simples.

Estilo (em termos de imagem) nasce daquilo que você considera bonito. Do que lhe emociona, inspira, motiva, e do que faz com que você se sinta forte e confiante.

É um mix que gera uma troca. Porque quando você usa o que lhe faz bem, você se sente bem. A roupa, então, ganha muito mais significado quando usada pela pessoa certa.

O que define o seu estilo?

    • a sua personalidade;
    • o que você considera bonito;
    • seu estilo de vida;
    • seus hábitos;
    • aqueles sonhos e desejos secretos (pessoais e profissionais);
    • o seu jeito de encarar o mundo.

Mas, se questões de estilo são tão simples, porque pode haver essa falha de comunicação entre o que somos e transmitimos?

Porque prestamos pouca atenção as entrelinhas. E, como citado anteriormente, podemos acabar levados pelas tendências, pelos modismos, pelas ideias e costumes do grupo.

No entanto, nunca é tarde para reavaliar a imagem e encontrar a tal identidade visual desejada. Não precisamos nos contentar dom um guarda-roupa que não funciona. Nossa essência merece essa atenção.

Se você gostou desse conteúdo, se inscreva no canal do YouTube da Consultoria de Estilo. Confira MUITAS dicas de moda para descomplicar o ato diário do vestir.

1 pensamento em “Não tenho estilo, e agora?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *