Entre zebras, cobras e onças…

Publicado em Categorias Moda Teórica

As zebras serão as vedetes do verão, mas não há como deixar de lado todas as outras estampas inspiradas em animais. Cobra, onça, leopardo… há espaço pra tudo, sempre. Mas usar tais referência de forma delicada, criativa e diferenciada, sem ficar exagerado, as vezes é algo que gera dúvida. Desde cores e formas, ou mesmo composição de padrão, existem variações mil que dão chances legais de se criar uma imagem no mínimo interessante. Porque a natureza inspira, sempre, e nos oferece um leque amplo de ideias a serem aplicadas no nosso dia-a-dia – desde misturas de cores à contrastes de modelagens.

Na natureza a pele das cobras, onças, tigres, leopardos ou zebras servem como uma forma de camuflagem, na qual os animais usam sua cobertura para se proteger de possíveis perigos ou mesmo para preparar o melhor e mais feroz ataque. No nosso guarda-roupa a ideia da animal print já segue linhas bem diferentes, onde busca-se chocar, ousar, e não se esconder. Mas vamos pensar… ir mais a fundo… se entre galhos marrons, folhagens verdes, frutas coloridas e rios azuis essas estampas conseguem ficar bem combinadas acho que isso serve de sinal para que a gente misture mais cores às cobras, zebras e onças do nosso dia-a-dia, e não apenas o marrom, preto e branco básico e seguro.

Repare o quanto fica charmoso uma estampa de animal combinada à vermelho ou verde… o resultado é realmente muito bom e acredito que a única explicação pra isso, mais poética, seja que tais cores são comumente encontradas na natureza.
O verão da Maria Filó vêm brincando muito com variações de padrões clássicos inspirados em animais, jogando com traços variados para tigres e também a já conhecida estampa de onça na versão mini, além da zebra colorida. O que manda bem, também, na marca são as propostas do lookbook que brinca com combinação de animal print e também com cores inusitadas, tudo com clima super despojado e longe do olhar sexy que geralmente é relacionado a esse tipo de referência. É possível fazer adaptações e com o que você já têm no seu guarda-roupa mudar um pouco da cara das composições, saindo dos velhos conhecidos que já nem mais atraem olhares.

Usar oncinha no sapato, zebrinha no cinto, leopardo no lenço já é coisa do nosso dia-a-dia! Então vamos ir além e misturar tudo, colocando como fundo uma cor vibrante de sua preferência para dar a seu visual uma cara mais alegre e ainda assim atual.

12 pensamentos em “Entre zebras, cobras e onças…”

  1. Gosto não se discute, cada um tem o seu.
    O máximo que consigo usar é um sapato, cinto, imitando cobra.
    Outros bichos estampados na roupa, não me atraem. Tenho medo de encontrar com um caçador armado….rs

  2. Eu tinha completa aversão a animal print. Tudo que via nas lojas, me lembrava algo sexy exagerado demais (acho que minha aversão contribuía para isso), mesmo que eu visse algum look legal em fotos ou editoriais. Mas estava disposta a mudar esse "pré-conceito" e quando vi uma sapatilha linda de animal print, nao resisti e comprei. Mesmo que seja uma coisa do dia a dia, adorei mesmo, pois me faz mudar uma ideia concebida que tinha e estou amando minha sapatilha. Masss, para incorporar outras peças no restante do meu guarda roupa, eu terei que trabalhar muito o meu inconsciente, se bem que com as fotos da Maria Filo e suas explicaçoes poeticas, achei fofo! hehehehe 🙂

    Bjs

  3. Gosto muito quando nem todo mundo gosta de uma coisa e acho que é isso que faz com que a moda seja legal… porque mostra a personalidade de cada um, o que eu agrada ou o que desagrada sem ser algo pesado ou tido como errado. É simples gosto! =)

    Adorei as piadas Vera e Amanda… eu odiava bichos e acabei desenvolvendo um certo amor por detalhes com esse tipo de estampa… mas não acho que fica bonito em todo mundo, porque é preciso gostar pra usar e não apenas ir na onde por conta da tendência.

    Paula, ficaram fofas as composições da Maria Filó né… acho que na loja, vendo de verdade, o resultado ficou ainda melhor.

  4. Ameeei o post, estampa de zebra é tão linda, tá na hora mesmo de fugir do clichê na hora de usar animal print.

  5. Verdade, essas coisas já são neutras de tanto usadas! rs eu tbm fiz um post sobre isso uma vez…rs

    :***

  6. Oi Amanda. Só queria completar com mais um comentário. Às vezes a gente fica neurótica querendo diferença, e tudo o que há de concordância com nossa opinião é considerado mediocridade e repudiado. Às vezes não, às vezes é porque temos razão mesmo, mas tem gente que é louca por ter razão e há outras loucas para serem discordadas. Tudo demais vira fanatismo. Já pensou eu adorar oncinha e ter que dizer que não gosto só por que você também gosta? Ás vezes é bom que a moda dialogue com algo imutável. Às vezes é bom não variar também. Embora moda signifique mudança é importante ter aqueles modelitos que sai ano e entra ano e ele continua atual.

  7. Amanda, acho que isso que você disse até vale um post! 'Tudo demais vira fanatismo', fato! E o que gosto aqui no Conversinha é que sei que as pessoas vão concordar, discordar, falar o que acham… e isso serve de retorno pra mim como profissional, que trabalho com pessoas – as quais têm a moda como uma parte de suas vidas… não são fashionistas que vão topar tudo ou odiar tudo.

    E não quero ou espero que todo mundo concorde comigo… porque sei que na prática, no provador, proponho coisas que não são aceitas e depois vejo como pedidos outras coisas que eu não esperava que fossem um desejo de moda pra aquela pessoa em questão ou pra tantas outras. E se todo mundo concordasse e quisesse as mesmas coisas a vida ia ser meio tediosa… rs

  8. Seus posts me fazem pensar sobre várias coisas. Hoje mesmo passei na Maria Filó pra trocar uma peça por um cinto de oncinha que vi no Lookbook. Mas acabei não trocando. Fiquei pensando que a moda iria passar e aquilo ia empacar no meu guarda roupa. Em que outra ocasião se não agora, pra usar algo com estampa de bicho ?

    Essa coisa da moda ir e voltar é bom pra ousar, quebrar certos preconceitos .. mas fica a pergunta .. e depois que a moda passa ?

  9. Hoje vim trabalhar com sapato de cobra e lenço de oncinha e confesso que foi uma afronta aos meus conhecimentos de moda! hehehe Mistura de estampas tem que ser contida, né? Me imaginei no certo e errado da revista e fiquei com medo de estar entre as "erradas". Agora com seu último empurrãozinho para misturar as animals prints estou mais tranquila! =)

  10. Nunca tive nada de onça…mas essa semana vi um vestido de onça na Animale lindo e acabei comprando! A estampa eh bem discreta e é bem fácil d usar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *