Entre trabalho, esforço e entregas…

Publicado em Categorias Eu Acho, Só pra Constar

O que conquistamos depende de atos, de passos ousados ou de paciência na espera: entre se dedicar, e saber aguardar,peças da vida

É na busca e na dúvida que descobrimos o preço da independência, o quanto custa arcar com sonhos e desejos. Arcar financeiramente e emocionalmente, pagando caro pelo desejo de ir além. É perdendo noites de sono, trocando diversão por trabalho, que entendemos o quanto tal esforço enobrece, por ser fonte de escolhas e por ser meio, com literal suor, de fazer loucuras sem precisar escutar críticas ou reprovações. O tal custo da independência. O trabalho não só enobrece, mas gera autonomia para seguir caminhos.

A vida é, de fato, mais fácil quando não pede planejamento, quando vem com contas pagas e sequências de presentes; é mais prático, porém não muito interessante. Claro, há o valor dos presentes, quando eles não compram o carinho e a atenção, funcionando como homenagens materiais e não uma troca de favores. Mas, só isso seria o bastante?!

Assim, seguindo essa lógica, são pobres de alma aqueles que se vendem por meros trocados, aqueles que se entregam por lembranças e que se doam pela estabilidade do suposto relacionamento perfeito perante a sociedade. E assim, o que pode ser bom para os outros, não funciona para todos; não há garantia na forma de agir ou decidir ao escolher amores por meros acordos financeiros, como nos tempos antigos onde famílias eram construídas à sombra de vantajosas uniões – para ambos os lados. Volta a aparecer o quanto a capacidade de trabalhar, e criar, pode ser atraente, ainda que não se manifeste em literais vantagens comerciais.

Daí, aprendemos com os erros alheios e vemos que devemos cuidar das falhas que nem sequer imaginamos que somos capazes de cometer. Há na carência um grande monstro, materializado pelo sonho de ter o que não era para se ter – ao menos não naquela hora. Quando deixamos o ilusório de lado, encontramos o que tanto procuramos, nas entrelinhas da vida e nos acasos que nos cercam. Por fim, acreditamos no destino, ainda que este seja fruto de coragem e disposição para viver um sonho e contruir um caminho. Passam a ter significado frases batidas, manifestadas em momentos de paz, muito mais incríveis que os de euforia. É assim que fica claro que tudo o que se constrói, deve ser pensado por inteiro… e não pela metade.

2 pensamentos em “Entre trabalho, esforço e entregas…”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *