Desligue a TV e vá fazer qualquer coisa

Publicado em Categorias Eu Acho

O tempo passa. E passa rápido. E quando a gente menos percebe, o dia já acabou. Se há nesse meio tempo uma televisão ligada, aí é que o tempo voa. E voa ligeiro. Num piscar de olhos. O que pode ser companhia, fonte de informação, diversão ou placebo para a solidão também pode aumentar a tristeza, agravar a sensação de vazio, ou mesmo piorar o que não deveria ficar – ainda – pior. Sabe como é. Tentar fugir dos problemas, ou da falta deles, não adianta nada. No ócio do que consome está algo que toma não apenas o tão precioso tempo, mas também a capacidade de pensar e criar.

tv

Faça um teste: experimente chegar em casa e não ligar a televisão. Curta o som do silêncio, os barulhos da rua ou mesmo a ausência de ruídos. Fique bem com seus pensamentos, com suas ideias, com suas dúvidas… vai que daí, ao encarar o vazio, não surge uma resposta?!

Não é na novela, no seriado, na reprise do filme ou no telejornal (que repete a informação que você já leu no impresso – e em quatro portais) que estará algo novo. Se há, em algum canal, um programa daqueles muito especiais que realmente acrescenta algo de bom, se dê um tempo… permita-se conferir o que está ali, mas dedicando os pensamentos ao que está passando na tela, e não apenas deixando a imagem e o som invadirem o cômodo enquanto corpo e mente entram em modo stand-by.

Não é o tempo que é pouco. São as horas que se perdem entre tantas ocupações. Daí mais um motivo para se ocupar com o que realmente acrescenta alguma coisa. Acha mesmo que ficar de molho em frente a TV faz tão bem?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *