Como transformar looks de verão em looks de inverno

Para você, montar looks quentinhos, perfeitos para o inverno, é uma tortura? Talvez faltem no seu guarda-roupa algumas peças básicas e essenciais para fazer com que suas roupas de meia estação, ou verão, sejam utilizadas durante o frio.

Peças transformadoras

A primeira peça que é básica, essencial, indispensável no guarda-roupa de inverno é o suéter. Simples e básico suéter. Pode ser com gola V, redonda, gola alta, vai depender do seu estilo e do que você gosta! O legal é que ele tenha uma cor neutra, daquelas que te valorizam. Seja preto, branco, bege, marinho, ou mesmo vinho.

A parka – um casaco de características utilitárias, feito em tecido impermeável – é outra peça que é muito útil no inverno. É muito versátil e já se firmou como algo que vai além da tendência. Boas opções de cores são o verde militar, bege, marrom ou preto, que são tons que ornam bem com praticamente tudo. Quando chove, então, passa a ser muito mais útil! Em viagens é indiscutível como funciona bem até mesmo por seus tantos bolsos.

Falar sobre inverno sem falar de trench coat é difícil, pra não dizer raro. O casaco funciona tão bem por ser prático! E funciona bem no conceito de tirar e colocar. Ou melhor, aquele item com o qual você se protege do frio, mas tira com facilidade quando precisa (ao entrar em ambientes quentinhos). Tudo bem fácil. E tem uma pegada bem elegante, além de ser um clássico. Pode ter o comprimento até o joelho ou ser curtinho. Se você encara mais frio, o melhor é o mais compridinho. O mesmo vale para escolha do modelo, pensando no tecido. São várias as opções.

Peças fofinhas

E aquela jaquetinha fofa, que alguns chamam de puffer. Pode ser que você não tenha uma, mas já se imaginou abraçado por ela… certo? Não é uma peça só gostosa, ela esquenta bastante, apesar de ser leve, e tem estilo mais casual. O que é legal para quem não quer deixar todo look de inverno todo elegante. Pra quem acha o modelo muito inflado pode ser outro modelo de nylon.

Ainda na mesma pegada, o colete fofinho, também desse tipo puffer, entra como uma maneira de encarar o frio. É como seguir o velho conceito de mãe, que diz que o importante no inverno é proteger o peito “pra não gripar”. O colete de nylon não é só legal, com um toque modernoso, mas também fácil de combinar.

Quer ver mais?

Conheça a Consultoria de Estilo: a maneira mais simples e prática de melhorar o seu relacionamento com o guarda-roupa. Descomplique o ato diário do vestir.

Acessórios com pérolas para um toque de classe no look

Os acessórios com pérolas são peças eternas no guarda-roupa. O tipo de item que supera tendências e que pode ser, sempre, revisitado. No entanto, o alto nível de formalidade das pérolas pode assustar. E algumas pessoas não sabem bem como usar o elemento. Mesmo sendo tão simples!

Antes de tudo é importante entender que existem dois tipos de acessórios com pérolas: os clássicos formais e os modernos, estilizados. As pérolas aparecem tanto nos colares e brincos feitos 100% da pedra, quanto naqueles que combinam a pedra com outros elementos.

E por que isso é importante? Porque determina o estilo do acessório. E é o caminho para que você combine ou use com muita esperteza.

pérolas com sabedoria

Para quebrar a possível seriedade de um look com acessórios feito com pérolas basta misturar o clássico com o moderno. Simples assim. Texturas como o couro, o jeans, ou modelagens utilitárias jogam um contraste bem interessante na composição.

Isso é tão possível, e já tão explorado pela moda, que as próprias pérolas são há tempos aplicadas em locais variados. Falo dos óculos, calçados, bolsas ou mesmo em roupas, por meio de bordados.

Assim, não faltam motivos para tirar da gaveta aquele colar de pérolas ou o brinco que estava esquecido em um canto do porta-joias.

Quer saber mais sobre o uso de pérolas? Dá o play.

Se você sofre, diariamente, em frente ao guada-roupa, e não sabe como usar bem as suas roupas e acessórios, me escreva. Vamos conversar sobre os serviços de Consultoria de Estilo: amanda@amandamedeiros.com.

Truques para estar sempre incrível de sapatilha

Aqui na Consultoria de Estilo o pensamento do salto alto como regra obrigatória para um visual elegante não existe. Dito isso, os calçados baixos transitam pelos mais variados looks. Desde os mais informais aos arrumadinhos.

O que determina se o calçado baixo funciona bem, ou não, é a combinação das sua características. E ao se pensar em sapatilha isso vale praticamente em dobro! Então, observe dois pontos: material e formato.

Para todos os gostos

Existem sapatilhas dos mais variados estilos. Para todos os gostos. Se ela é feita em tecido, por exemplo, como o jeans, é mais casual. Se é feita em couro com textura, ou veludo, mesmo verniz, já ganha outra conotação.

Aliás, brilho é sempre algo que joga um tcham extra no visual. E os acessórios com acabamento acetinado têm esse grande poder. As aplicações também podem ser consideradas um elemento que agrega poder a sapatilha. Pedrarias, fivelas ou bicos metalizados deixam o calçado mais impactante.

Se você ainda não sente que tem material suficiente para passear com confiança usando sapatilhas, aqui vai outro truque. Observe o formato do calçado. Bicos finos, afinados ou pontudos são mais arrumadinhos que os redondos. Quão mais redondo mais romântico e mais doce e mais… informal.

É impossível generalizar e frisar um calçado como formal ou informal. Ok. Talvez os tênis, mas até isso já vem mudando. Então, fique de olho nos detalhes. E confie na sua intuição.

Quer mais? Dá o play!

Inscreva-se no canal da Consultoria de Estilo, no YouTube. Vídeo novo toda semana sobre moda, estilo e comportamento: http://bit.ly/inscrevaseamanda
Gostou e quer mais?

Tem post sobre o fim da ditadura do salto alto! Clica aqui!

10 motivos pelos quais você pode, e deve, usar colares!

Talvez você ainda não esteja convencida de que os colares são itens que podem dar nova vida ao seu guarda-roupa. Eis, então, 10 motivos que podem te convencer a amar esse tipo de acessório. Ou, ao menos, podem te fazer experimentar um colar, vez ou outra.

Os colares conseguem ser quase eternos. Duram muito no guarda-roupa e não precisam de tantos cuidados, como acontece com as peças de roupas e com os calçados. Além disso, os colares cabem em qualquer lugar! Não ocupam muito espaço na mala de viagem e podem até mesmo ir na bolsa, com o objetivo de transformar um look para um happy hour.

Além disso, transformam looks e, por isso, os colares são capazes de agregar muita versatilidade ao guarda-roupa. E vão além das mudanças da silhueta… com isso, aconteça o que acontecer, vão sempre servir.

Os colares ainda nos ajudam a valorizar as curvas e formas da silhueta, sem dificuldade. E, para quem curte um artesanato, são ótima terapia. Podem ser feitos em casa, em reproduções de outras peças, e até render algum retorno financeiro.

Os colares projetam confiança e valorizam a personalidade de quem usa. E deixam uma mensagem, como fonte de personalidade. Vale dizer, ainda, que são fáceis de usar. Não precisam de muita complicação para tirar, colocar e nem demandam ajustes. Por último, mas não menos importante, você pode e deve usar colares porque eles são simplesmente incríveis!

No YouTube

Saiba qual tipo de colar pode valorizar mais a sua silhueta. 

Quer saber mais sobre os serviços da Consultoria de Estilo? Me escreva no amanda@amandamedeiros.com

Como criar looks novos com roupas velhas?

Acha que nada no seu guarda-roupa presta? Precisamos conversar. Pode ser que a solução para todos os seus problemas esteja em você, simplesmente, sair da sua zona de conforto.

look-novo2

Sair da zona de conforto parece uma coisa complexa e sofrida. Mas, não é. Acontece que com o tempo nós nos acostumamos com o que temos. O que, quando novo, era super legal, perde sua aura mágica de novidade.

O que fazer para criar novos looks com roupas velhas

Escolha os seus looks com antecedência. A correria não nos ajuda a ser criativos. Ela só nos joga no piloto automático. Daquele jeito que fugimos para o que é mais simples. E para o lugar no qual já estamos acostumados. Então, crie o hábito de decidir no dia anterior o que vai usar no próximo dia!

Você também pode mexer na estruturada de um look que já é certeza de acerto. Mas, não precisa mudar tudo. Troque só uma peça ou outra. Faça pequenas variações. Alterne detalhes. Assim, um look batido ganha frescor.

Misturar tudo também ajuda a transformar o clima de looks chatos. Para isso é preciso parar de temer o que parece diferente. O casual vai com o formal. Ou o romântico com o sexy. Um acessório poderoso acompanhando um look com tênis. Sinta até onde você pode ir.

Outra saída básica é brincar com os básicos. Eles podem migrar de uma combinação para outra, sem grandes riscos. No jogo de troca-troca, também fica legal misturar o novo com o velho. Evitar aquelas junções casadinhas. E cansativas.

A verdade é que são as regras que nos limitam. E são elas que minam a nossa criatividade. Vá além de tudo isso e descubra a suas próprias orientações. As que ficam boas para o seu corpo e estilo.

Quer saber mais? Assista ao vídeo.

Clique aqui para se inscrever no canal! Assim você não perde nenhum vídeo novo!

Multiplique as possibilidades do seu guarda-roupa. Contrate a Consultora de Estilo. Me escreva no amanda@amandamedeiros.com