Não tenho estilo, e agora?

Muito se fala sobre estilo e identidade visual. E um número grande de pessoas (principalmente mulheres) se pega sofrendo com a questão: eu não tenho estilo!

Mas por que isso?

O que é estilo

Estilo é como a materialização, em roupas e acessórios, da personalidade, dos sonhos e do padrão de vida de uma pessoa.

É uma representação estética de características não palpáveis. O que reúne desde hábitos de lazer, até bagagem profissional, passando por experiências diversas e tudo aquilo que determina sua forma de encarar o mundo.

Ou seja: todo mundo tem estilo! Afinal, todos nós acumulamos experiências de vida.

Por vezes o que acontece é que alguém (ou você <3) só não se sabe bem do que gosta, do que precisa, ou o que quer vestir… Ou, entre tantas obrigações, não se sente bem com o estilo incorporado.

Uma vida de tendências e roupas impostas por revistas de moda, e (agora) influenciadores digitais pode fazer com que a sua percepção de estilo seja alterada. 

Isso acontece quando alguém não avalia se realmente gosta de um modismo. E apenas usa aquilo que é apresentado como atual.

Mas, o mais triste dessa abordagem, é que essa maneira de realizar escolhas de compra – e uso – só faz com que a busca por uma identidade visual sólida se perca. Porque estilo é observação. É atenção ao “eu”.

Como assim?

Estilo é olhar para dentro e pensar: do que eu gosto? o que eu quero? como devo me mostrar para o mundo?

Não é simples. E nem está intrínseco em todas as pessoas. Está tudo bem.

Descubra qual o seu estilo

Acredite: descobrir seu estilo é simples.

Estilo (em termos de imagem) nasce daquilo que você considera bonito. Do que lhe emociona, inspira, motiva, e do que faz com que você se sinta forte e confiante.

É um mix que gera uma troca. Porque quando você usa o que lhe faz bem, você se sente bem. A roupa, então, ganha muito mais significado quando usada pela pessoa certa.

O que define o seu estilo?

    • a sua personalidade;
    • o que você considera bonito;
    • seu estilo de vida;
    • seus hábitos;
    • aqueles sonhos e desejos secretos (pessoais e profissionais);
    • o seu jeito de encarar o mundo.

Mas, se questões de estilo são tão simples, porque pode haver essa falha de comunicação entre o que somos e transmitimos?

Porque prestamos pouca atenção as entrelinhas. E, como citado anteriormente, podemos acabar levados pelas tendências, pelos modismos, pelas ideias e costumes do grupo.

No entanto, nunca é tarde para reavaliar a imagem e encontrar a tal identidade visual desejada. Não precisamos nos contentar dom um guarda-roupa que não funciona. Nossa essência merece essa atenção.

Se você gostou desse conteúdo, se inscreva no canal do YouTube da Consultoria de Estilo. Confira MUITAS dicas de moda para descomplicar o ato diário do vestir.

Como criar looks incríveis (e reais) para o inverno

Acha difícil montar looks de inverno? Que bobagem! Pode ser até mesmo divertido compor e combinar peças do seu guarda-roupa para construir produções incríveis para os dias mais frios.

looks de inverno

O truque para não errar na hora de montar os seus looks de inverno é pensar no resultado final da produção. É tudo questão de peso visual e harmonia entre as peças utilizadas.

Antes de passar horas em frente ao guarda-roupa, lembre-se: o que você experimenta não precisa, necessariamente, ir pra rua. Tente, avalie (olhe-se no espelho) e tome uma decisão final.

Sem muita cobrança, por favor.

Mas ententa que o que você experimenta é um jeitinho de tentar. Sabe? Faça suas apostas.

Truques especiais, no YouTube

Contei no meu canal do YouTube quais são alguns erros que podem prejudicar muito a construção dos seus looks de inverno. Dá o play para assistir!

Inscreva-se no canal AQUI! Dicas INCRÍVEIS pra você melhorar a sua relação com o seu guarda-roupa e com o espelho.

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar

SalvarSalvar

O truque pra você se aprontar em poucos minutos

Ninguém gosta de perder tempo, principalmente pela manhã. Afinal, quanto mais minutos preciosos gastamos em frente ao guarda-roupa, escolhendo o que vestir, menos tempo temos para tomar um bom café da manhã ou curtir a família. A confusão em frente ao espelho pode ser, ainda, motivo para chegar atrasado aos primeiros compromissos do dia, ou pegar mais trânsito do que o planejado…

Como evitar que isso aconteça?

Uma receita simples, básica e prática – já muito comentada aqui na consultoria de estilo – é você se organizar e deixar o seu look pronto, ainda no dia anterior.

Parece complicado, impossível ou difícil demais?

Não é. Organizar o look pode mudar não só a sua rotina pela manhã, mas também te ajudar a criar melhores possibilidades ao vestir. Afinal, quando nos organizamos ao montar o look, tomamos decisões mais espertas.

Como funciona

Avalie como será o seu próximo dia. Quais serão as tarefas ou compromissos a serem enfrentados. Dê uma olhadinha na previsão do tempo e… pronto! Você já tem material suficiente para decidir o que usar.

Separe a roupa, os acessórios e deixe em local de fácil acesso – vale até selecionar a lingerie, aquela que mais combina com as peças de cima. Pronto! Feito. Com o tempo vira rotina.

como se vestir rápido pela manhã

Precisa de ajuda para montar looks espertos e inteligentes? Me escreva no amanda@amandamedeiros.com.

3 grandes erros ao vestir que estão destruindo a sua imagem

Existem algumas coisas que não devem nunca fazer parte da sua rotina do vestir. São escolhas que podem destruir o seu visual! Ou mesmo que enviam mensagens pouco positivas. Os chamados erros ao vestir.

Acha um exagero? Pois então veja só.

3 grandes erros ao vestir

  • Comprar roupas incríveis, lindas e maravilhosas, mas que não te servem. Se você não encontra a peça no número do seu manequim, desista e parta para outra. Ela não foi feita para você – seja por estar grande demais, ou pequena demais. Não naquele momento.
  • Roupas velhas devem ser descartadas. Não importa o preço, a marca, a história e o apego. Uma peça com tecido desfazendo, costuras abrindo e outras falhas de uso deve ser substituída ou, simplesmente, abandonada.
  • Cópias (ou inspirações) só devem ser aplicadas se compatíveis ao seu estilo de vida ou personalidade. O mesmo vale para tendências. Elas precisam te valorizar. Valorizar a pessoa que você é e o corpo que você tem hoje.

Pode-se dizer que são três atitudes que prejudicam a sua imagem. Ou melhor, três grandes erros ao vestir.

Confira no YouTube!

Precisa de uma ajuda para melhorar o seu relacionamento com o seu guarda-roupa? Me escreva no amanda@amandamdeiros.com.

Todo excesso esconde uma falta

Correr para o shopping, passar pela loja predileta e, automaticamente, sair de lá com uma sacola em mãos. Sim, todo mundo já fez isso em algum momento.

Mas, afinal, porque compramos o que não precisamos?

Ter demais, ou ter em excesso, pode carregar vários sentidos e significados. Nos atendimentos da Consultoria de Estilo explico o hábito de várias maneiras. Exageramos quando não sabemos o que fica bem no nosso corpo. Também temos a tendência de comprar demais quando não conhecemos o nosso guarda-roupa.

Em todos os casos, ter um relacionamento ruim com o armário, e com a própria imagem, desencadeia efeitos nada bons. Mas, não é só isso. Também podemos exagerar quando tentamos compensar algo de um universo em outro.

Todo excesso esconde uma falta

Um guarda-roupa lotado, com muito mais peças do que você consegue (na ponta do lápis) utilizar nos próximos meses, pode esconder dores emocionais. Ou questões íntimas, que vão muito além da imagem.

E até mesmo as pessoas mais bem resolvidas podem projetar tristezas e decepções de uma lado em outras esferas da vida.

A solução para o consumismo ou o apego aos itens materiais pode estar onde menos se imagina. O primeiro passo, porém, é simples: uma autoanálise e um bom desapego. E que esse não seja seguido por novas e sucessivas aquisições.

Vamos conversar sobre o assunto?

Que tal repensar o seu relacionamento com o guarda-roupa? Descomplique o ato diário do vestir. Me escreva no amanda@amandamedeiros.com.