3 grandes erros ao vestir que estão destruindo a sua imagem

Existem algumas coisas que não devem nunca fazer parte da sua rotina do vestir. São escolhas que podem destruir o seu visual! Ou mesmo que enviam mensagens pouco positivas. Os chamados erros ao vestir.

Acha um exagero? Pois então veja só.

3 grandes erros ao vestir

  • Comprar roupas incríveis, lindas e maravilhosas, mas que não te servem. Se você não encontra a peça no número do seu manequim, desista e parta para outra. Ela não foi feita para você – seja por estar grande demais, ou pequena demais. Não naquele momento.
  • Roupas velhas devem ser descartadas. Não importa o preço, a marca, a história e o apego. Uma peça com tecido desfazendo, costuras abrindo e outras falhas de uso deve ser substituída ou, simplesmente, abandonada.
  • Cópias (ou inspirações) só devem ser aplicadas se compatíveis ao seu estilo de vida ou personalidade. O mesmo vale para tendências. Elas precisam te valorizar. Valorizar a pessoa que você é e o corpo que você tem hoje.

Pode-se dizer que são três atitudes que prejudicam a sua imagem. Ou melhor, três grandes erros ao vestir.

Confira no YouTube!

Precisa de uma ajuda para melhorar o seu relacionamento com o seu guarda-roupa? Me escreva no amanda@amandamdeiros.com.

Pinterest: a ferramenta que te ajuda a melhorar a sua imagem

Inspirações e referências transformam o nosso olhar. E nos fazem enxergar possibilidades no que é novo ou diferente. Quando pensamos em imagem pessoal então… o resultado pode ser incrível!

Mas, afinal. O que te inspira?

Tudo! Tudo transforma o seu olhar. Os filmes que você assiste, as séries, viagens, as pessoas com quem você convive, o que você lê, os lugares que você visita, a arte que você admira…

Ainda assim, por vezes é difícil encontrar um lugar ou uma maneira de compilar e organizar tais referências. Ou mesmo descobrir uma forma de se inspirar ainda mais!

Um painel de referências virtual

É aí que entra o Pinterest. Um painel de referências virtual que serve como grande mural de inspirações. Um lugar no qual é possível colocar e combinar tudo aquilo que te inspira – em qualquer esfera da sua vida, não só na moda.

Como o assunto aqui na consultoria de estilo é moda, vale destacar que o site é um ótimo lugar para você usar como base de referências para quando está sem inspiração para usar uma roupa, ou precisa de ideias de corte de cabelo… quem sabe formas de combinar cores!

Quer saber como usar o Pinterest para valorizar a sua imagem? Ou mesmo saber por onde começar? Confira o vídeo!

Conheça a consultoria de estilo. Me escreva no amanda@amandamedeiros.com.

Como saber se o look está simples ou exagerado

Montar um look e avaliar se ele está sem graça, exagerado ou na medida pode ser desafiador. E a linha entre um look básico demais e um muito poluído é bem tênue.

Muitas vezes é o olhar treinado ou o hábito para combinar bem que fazem com que compor looks vire parte simples da rotina. Mas, calma lá: se esse não é o seu caso, existe um teste rápido que pode te orientar.

É uma maneira de saber se seu look está equilibrado. Estou falando do teste dos 10 pontos! Já conhece?

No teste dos 10 pontos, cada peça, elementos, acessório ou detalhe do visual recebe uma pontuação. 1 ponto. E o objetivo é que o saldo final do seu look fique entre 10 e 12 pontos.

Menos do que isso, o look está muito básico… Mais do que isso, está teoricamente exagerado.

E o que conta como ponto? Cada peça, cada cor, cada detalhe, cada elemento (textura, recorte, enfeite, aplicação); cada acessório ou ponto chamativo de maquiagem (seja batom, esmalte ou sombra).

Ou seja, um ponto para cada característica do seu look!

Na prática

Vamos contar os pontos de alguns dos meus looks postados no Instagram? (Me segue por lá: sou @consultora_de_estilo).

♥ Look 1: 7 peças (camiseta, moletom, jaqueta, calça, sapato, relógio, óculos) + 3 cores (marinho, amarelo, preto) + 2 detalhes (brilho sapato, estampa blusa) = 12 pontos

♥ Look 2: 6 peças (óculos, colar, cardigan, vestido, sapato, relógio) + 2 cores (preto, branco) + 1 detalhe (textura cardigan) = 9 pontos

♥ Look 3: 6 peças (óculos, blazer, suéter, calça, sapato, relógio) + 4 cores (bege, cinza, marinho, rosa) + 2 detalhes (estampa suéter, estampa blazer) + 1 detalhe extra (mix de estampas) = 13 pontos

♥ Look 4: 6 peças (óculos, trech coat, cardigan, vestido, bota, relógio) + 5 cores (bege, marrom, marinho, estampa) + 1 detalhe (mix de estampas) = 12 pontos

Simples, não?

O legal do teste é que ele serve como uma boa referência para avaliar o seu look. Pode ser que um look com 9 pontos esteja super bacana, ou um look com 13 pontos te faça bem feliz. A medida do ‘entre 10 e 12’ deve servir apenas como uma referência.

Então, de forma alguma se prenda aos números! Se o look ficou legal, do seu jeito, se você está feliz, ótimo! Combinado?

O que acha? Vai experimentar?

No YouTube

Dicas imperdíveis e personalizadas você recebe na consultoria de estilo. Conheça: amanda@amandamedeiros.com.

A consultoria de estilo não é como aquela da TV

Quando, como Consultora de Estilo, falo sobre transformação de imagem pode soar como um episódio de algum reality show. No qual as roupas do participante são rasgadas. Ou que um grupo de desconhecidos se reúne para avaliar a sua imagem. Na vida real, no entanto, tudo é bem diferente. Existem as limitações financeiras, as questões emocionais e, claro, o fato de que quase ninguém pode parar toda a sua rotina para viver um choque de estilo.

O que nos leva a momentos de desejo de transformação são as coisas mínimas que nos acontecem. Um novo emprego, uma viagem, diferentes hábitos de leitura, ou até mesmo alguma mudança no círculo de amigos. Quando nos alimentamos de novas influências, nossas referências passam a ser outras. Com isso, nossos gostos se transformam.

Da mesma forma, somos constantemente impactados pelo meio. Por isso é legal observar qual tipo de mensagem aqueles que nos circulam estão passando. Não digo somente os colegas, amigos ou familiares. Falo, por exemplo, das referências virtuais. Das coisas que nos impactam indiretamente. Blogueiras, novelas, revistas, e, é óbvio, programas de televisão…

Transformação real

A mudança acontece e se perpetua quando ela deixa marcas profundas. E, para isso, precisa acontecer de dentro para fora. Cabe uma mudança de pensamento. Com o foco no que vem a acontecer no futuro.

Mas, a transformação não é tão difícil ou inacessível assim. Ela pode acontecer aos poucos. Paulatinamente. Sendo que uma coisa importante é se livrar do apego ao que é urgente. Dos modismos. Do vício em compras. Para conseguir fazer com que você se destaque mais do que todo o resto.

E é isso que não vemos nos reality shows. Nos programas feitos para entreter e divertir. Que tem como mistura um pouco de drama, de comédia e até mesmo ofensas… É tão diferente na vida real!

Roupas no lixo, críticas exageradas, looks montadinhos que deixam todas as mulheres iguais… e, o pior? Lojas selecionadas não pelo estilo, mas sim por relações comerciais.

A transformação de verdade leva tempo. Coragem. Muita dedicação. Novos hábitos precisam de insistência para se solidificarem. E não podem ser resumidos em uma semaninha e um cartão recheado com alguns milhares de reais em crédito.

Quer conhecer a consultoria de estilo real? Me escreva no amanda@amandamedeiros.com.

Porque ter medo do espelho está acabando com o seu visual

Um reflexo sincero e honesto. Assim pode ser definido o espelho, ainda que a representação da imagem dependa de possíveis efeitos de luz ou ambientação. Mas, de maneira geral, o espelho é aquele amigo, ou colega que te diz, de verdade, como a sua imagem está. Ou melhor, como você está sendo vista (ou será vista) pelo mundo.

Um retrato.

Fugir do espelho não é algo raro. Podemos temer o que vamos encontrar. Curvas que não são como as desejadas, um cabelo muito diferente daquele da protagonista de novela, ou roupas que não chegam aos pés do último look postado pela celebridade do Instagram…

São tantas as cobranças!

Nossa busca por uma suporta perfeição nos priva da chance de nos admirarmos como belas. Mas, dificultamos, e muito, o processo da aceitação se não somos corajosas o suficiente para nos encarar no espelho. E falo encarar de coração aberto.

Quando paramos de nos olhar no espelho, perdemos a chance de nos apaixonar pelo que somos!

Uma maneira de se conhecer

Cada uma de nós tem algo de lindo, que se destaca. E, se nos conhecemos, podemos valorizar ainda mais essa beleza! O exercício também vale para que possamos ser capazes de disfarçar ou colocar em segundo plano aquilo que não nos deixa tão felizes. Isso é sabedoria. É inteligência.

É jogar com coragem.

Um grande espelho, de corpo inteiro, em um cômodo bem iluminado, é um convite para um melhor relacionamento com o guarda-roupa e com a própria imagem. Por meio dele você poderá se enxergar como é. Mudar o que não está bom e repetir o que agrada.

Entende porque fugir do espelho está acabando com a sua imagem? Sem um espelho você não se vê como é. Mas como acha que é. Como te contaram. Como você se deixou acreditar.

O espelho não é fonte de julgamento. O julgamento, a crítica, a decepção, vem de nós. E se nos olharmos com mais serenidade e prudência podemos melhorar a nossa autoestima.